sábado, 28 de março de 2015

Tarô é um autoconhecimento

O Tarô nada tem a ver com a sua RELIGIÂO!
a profecia, porém, é para os que creem, e não para os descrentes...

 
"Para quem acredita, nenhuma palavra é necessária;
para quem não acredita, nenhuma palavra é possível"

10 razões para você ler o Tarô

10 razões para você ler o Tarô

  1. Ler as cartas é ter acesso a tudo aquilo que está acontecendo dentro de você, assim, isso pode facilitar, e muito, seu processo de auto-conhecimento;
  2. Ao ter noção de qual é o caminho que você está trilhando, você passa a ser capaz de controlar melhor seu dia a dia, tirando tudo aquilo que não lhe serve mais e dando mais atenção ao que de fato é importante;
  3. Uma boa leitura pode prevenir que você fique preso a ilusões ou perca tempo com coisas que, no fundo, você já sabe que não darão certo;
  4. Só o ato de parar por uma hora para conversar sobre a própria vida, ajuda a colocar as ideias no lugar, permitindo que a ansiedade diminua e que se ganhe em paciência e em compreensão;
  5. Quando estamos confusos e nervosos, podemos ter a tendência a ficar criando vários raciocínios equivocados. Assim, as cartas podem mostrar o que de fato é real e o que é ilusório, impedindo que cometemos erros dos quais nos arrependeremos;
  6. Se temos dúvidas sobre qual caminho seguir, o Tarô nos permite visualizar os caminho possíveis, caso optemos por uma via ou outra. Sobre os prós e contras de cada alternativa, fica mais simples resolver nossos dilemas, posto que agiremos com mais consciência e também, maior responsabilidade;
  7. Muitas vezes relacionamentos amorosos terminam porque não percebemos nosso próprio comportamento. Desse modo, uma consulta traz à tona verdades a nosso respeito que, mesmo que difíceis de ouvir, poderão nos ajudar a salvar um namoro ou casamento. Exemplo disso seria um parceiro ciumento que tem certeza da infidelidade, quando a mesma, no caso, não existe;
  8. O Tarô nos auxilia igualmente no processo de aumentarmos nossa fé na vida e em nós mesmos, pois nos revela com clareza os resultados de cada um de nossos atos, pensamentos e emoções. Portanto, se realizamos consultas periódicas, podemos medir nossa própria evolução pessoal e espiritual;
  9. Quando nossas preocupações giram em torno de assuntos cotidianos, as cartas também nos aconselham e nos alertam, sejam indicando possibilidades melhores na hora de efetuar um negócio, uma compra ou venda ou impedindo que confiemos em alguém que evidentemente está mal-intencionado;
  10. Por fim, as consultas de Tarô também podem nos fazer mergulhar em nosso passado, em nossa personalidade, em nossas emoções, em nossa psique, em nosso espírito, dando uma dimensão maior a nossa auto-imagem e também permitindo que nos tornemos mais intuitivos, sensíveis, amorosos, pois, além de pararmos de jogar as responsabilidades nos outros, nosso olhar, agora mais atento, nos salva de muitos inconvenientes.

quinta-feira, 26 de março de 2015

Por que a consulta de tarô é cobrada?

Por que a consulta de tarô é cobrada?
Porque tal como qualquer outro profissional, o tarólogo se aperfeiçoa através de estudos, tem um custo administrativo e vive inserido dentro do mundo capitalista como cada um de nós, que precisa do dinheiro para seu sustento e também para investir num atendimento cada vez melhor. Portanto, caridade é algo que fazemos na medida do possível e em momentos adequados. Defendo a linha que diz que a vida é rica e abundante, por isso, valorizar a pobreza vai contra o que a própria experiência diz a respeito da Natureza. Afinal, quando uma árvore dá frutos, cada um tem centenas de sementes que gerarão outras árvores iguais a ela. Nada é escasso na Natureza. Por que teríamos que ser pobres? Além disso, quando a consulta é paga, se estabelece uma troca justa entre o consulente e o tarólogo. Quantas vezes não despendemos o mesmo valor em coisas sem importância, como uma passagem numa lanchonete, sendo que poderíamos obter conhecimentos para começar a transformar a própria vida?

Quando estamos desempregados ou mesmo cheios de dívidas...

Quando estamos desempregados ou mesmo cheios de dívidas, o desespero nos atinge, muitas vezes de forma violenta. Assim, saímos buscando ajuda de todas as fontes, até sendo inconvenientes algumas vezes, confundindo conceitos como justiça e merecimento (para nós) com egoísmo e soberba (vinda dos outros).
Isso acontece porque estarmos sem recursos nos faz acreditarmos que também somos menos enquanto seres humanos. Nossa auto-estima então abaixa e nos vemos como vítimas e pessoas injustiçadas pelo mundo. Por isso, é comum que alguém nessa situação exija tudo dos outros (como brindes, vales, gratuidades, descontos), como se as pessoas ao seu redor pudessem ficar sem seus rendimentos só porque ele se complicou em suas próprias finanças.
Claro que a caridade deve existir e que ajudar uns aos outros é sempre benéfico quando possível, porém, é preciso manter o bom-senso e não julgar as pessoas com tanta severidade. Afinal, se uma pessoa com dívidas não pode deixar de ganhar seu ganha pão e não faria nada de graça, porque haveria de deduzir que qualquer outro profissional, independentemente de qual seja sua situação financeira, também o possa?
Tudo tem valor, um tempo de preparação, um conhecimento embutido. Por isso, feliz daquele que, ao invés de reclamar da vida, assume seus equívocos e busca por uma boa orientação. Afinal, saber onde estamos errando pode ser a única maneira de darmos a volta por cima e nos reequilibramos. E isso pode trazer resultados muito mais rápido do que ficarmos pedindo ajudas materiais indefinidamente.

Consulte o Tarô com o Tarólogo Victor Manolo

11 94840-4000

 

domingo, 22 de março de 2015

O que um tarólogo (não) pode fazer por você ?


O ato de procurar um tarólogo carrega em si muitas expectativas, algumas corretas e valorosas, outras fruto de ideias pré-concebidas ou simples falta de informação. Assim, resolvi listar o que um (bom) tarólogo pode fazer por você, assim como mostrar aquilo que não cabe a ele resolver.




Em várias outras coisas, um tarólogo pode ajudar você a:
  • a encontrar soluções práticas para problemas do cotidiano;
  • entender melhor seu momento atual;
  • visualizar as ações que levaram a determinados desfechos;
  • ter noção de qual é o caminho que você está trilhando ao revelar suas tendências futuras;
  • se conhecer mais, vendo quais são seus defeitos e qualidades, além de mostrar como os outros reagem a você;
  • perceber se um negócio, projeto, relacionamento realmente vale a pena o investimento;
  • ter certeza sobre os sentimentos de outra pessoa por você e os seus por ela;
  • tomar uma decisão, mostrando o que aconteceria se você seguisse por caminho A ou B;
  • ter noção sobre quais são os obstáculos nas situações e de onde você pode obter ajuda;
  • saber se algo pode acontecer mais lenta ou rapidamente;
  • entrar mais em contato com sua espiritualidade, seja ela qual for;
  • fazer um processo de autoconhecimento, se libertando de padrões limitadores;



Por outro lado, um tarólogo não pode (nem deve):
  • assumir responsabilidades pelas suas decisões – ele indica caminhos, possibilidades, mas cabe ao consulente pesá-las e decidir o que fazer;
  • afirmar categoricamente que algo vai ou não acontecer – pelo mesmo motivo acima, não há como ser exato, posto que o futuro está mudando a cada pequena decisão nossa;
  • fazer “trabalhos”, “simpatias”, para que alguém conquiste algo ou alguém, se esquecendo das leis do carma e do livre-arbítrio de outras pessoas;
  • fofocar sobre a vida de alguém, principalmente quando o consulente está mais motivado pela curiosidade ou sede de controle do que por um problema real;
  • vasculhar um futuro longínquo, tipo daqui a 50 anos. Mesmo que se possa ver, muito do que for interpretado provavelmente não fará sentido para a pessoa no presente;
  • dar especificações de nome, endereços, placas de carro, números para a loto, data de nascimento, características físicas, etc (a não ser que seja um vidente, o que não é regra para ser um tarólogo);
  • prever a morte das pessoas ou dizer como será;
  • tomar partido das suas dores ou julgar as situações de acordo com seu ponto de vista e não com aquilo que de fato saiu nas cartas;
  • apenas “ler o futuro”, esquecendo do contexto, deixando de mostrar outras possibilidades ou alertando sobre seus defeitos;
  • intervir na sua vida pessoa como um porta-voz em relação aos outros;
  • revelar o que saiu na consulta de uma pessoa próxima a você;
  • falar por meio de enigmas, como se fosse um oráculo;

Conheça o meu trabalho, entre agora mesmo em contato através do Watsapp:

(11)94840-4000







Tarot – A busca do conhecimento


Consultas de Tarot Online via chat, Skype ou telefone funcionam?
"O que é consultar o Tarot?" Consultar o tarot por telefone, skype ou via chat é como uma consulta de tarot presencial.  A dinâmica pode ser um pouquinho diferente, no entanto, consultar o tarot online trás as mesmas respostas e benefícios da leitura de tarot presencial, onde de fato, o único ponto importante e relevante para que a consulta seja produtiva é a confiança do consulente e a competência do tarólogo que realizará o jogo.

Como identificar um bom tarólogo para realizar uma consulta de tarot ?
Tanto em uma consulta de tarot presencial quanto em uma consulta de tarot online, as características de um bom tarólogo são similares. A primeira e mais importante é a franqueza e o comprometimento com a verdade! O bom profissional deseja encontrar respostas esclarecedoras para quem o procura e não respostas que agradem o cliente. Para isso é necessário ter uma boa competência técnica, ou seja, muito estudo e experiência prática!
É importante salientar que Tarot não tem nada a ver com espiritismo, mediunidade, intuições, simpatias, banhos, limpezas,abertura de caminhos, magias, feitiços, nada disso.

"Tarot – A busca do conhecimento" Tarot é estudo, conhecimento e habilidade para interpretar as cartas, algo que só acontece com dedicação e muito trabalho, além de principalmente, muitas consultas, o que permite a aquisição de experiência. A maestria em qualquer área do conhecimento humano só é alcançada desse modo e com o tarot não seria diferente.
Uma vez que esse profissional seja competente, então cabe o outro ponto principal, que é a necessidade de que seja ético, verdadeiro, que vise em primeiro lugar atender as expectativas do cliente que é a busca de respostas, indicativos sobre o melhor caminho a seguir, as tendências e possibilidades das situações apresentadas. As respostas apresentadas pelo tarot poderão até não ser exatamente o que o cliente gostaria de ouvir, mas corresponderão a realidade da situação, o que
afetivamente trará benefício para quem consulta e uma consciência tranquila para o tarólogo que não está preocupado apenas com o retorno financeiro.

E como ter certeza sobre onde consultar o tarot?
Há dois caminhos: indicação de alguma amiga ou conhecida confiável que tenha consultado o tarot e encontrado respostas e orientações coerentes ou através de pesquisas, usando o bom senso, navegando pela internet e procurando sites com bom conteúdo, com textos esclarecedores, honestos, sem promessas de todas as soluções para os problemas amorosos, profissionais,
financeiros, familiares. No momento dessa escolha, cabe a lucidez, o bom senso e o discernimento para encontrar um bom tarólogo que efetivamente atenda às expectativas!!!

Se vc quer conhecer o meu trabalho, entre em contato:

(11)94840-4000 







Minha missão

Meu nome é Victor Manolo, sou Tarólogo e espiritualista, aberto a tudo que favoreça o autoconhecimento do indivíduo, Sensitivo e intuitivo, capaz de realizar uma leitura de tarô realmente detalhada no que
tange às perspectivas e realidades possíveis para o cliente, direcionando sempre para a mudança de comportamentos que estão gerando os bloqueios indesejados.
Com Ética, Respeito, Amor, Verdade e Sigilo. Acredito que sem esses princípios tão importantes estaremos TRAINDO, o Consulente, os Oráculos Sagrados, assim como o Dom que nos foi dado pelo Criador!
O Tarô é uma ferramenta fantástica e quando usada com sabedoria, ajuda a transformar, esclarecer, acalentar, mostrar o melhor caminho. Respeitando sempre o seu livre Arbítrio.

O Oráculo, abre portas, mas quem decide se vai entrar é VOCÊ !!!!!
Aproveitem, estou muito feliz com sua visita no meu face!
Paz e Luz.

Oferta

 

Entre em contato pelo Watsapp (11)94840-4000

A borboleta azul

A borboleta azul
Havia um viúvo que morava com suas duas filhas curiosas e inteligentes. As meninas sempre faziam muitas perguntas. Algumas ele sabia responder, outras não. Como pretendia oferecer a elas a melhor educação, mandou as meninas passarem férias com um sábio que morava no alto de uma colina. O sábio sempre respondia todas as perguntas sem hesitar. Impacientes com o sábio, as meninas resolveram inventar uma pergunta que ele não saberia responder.
Então, uma delas ap...areceu com uma linda borboleta azul que usaria para pregar uma peça no sábio.
- O que você vai fazer? - perguntou a irmã.
Vou esconder a borboleta em minhas mãos e perguntar se ela está viva ou morta. Se ele disser que ela está morta, vou abrir minhas mãos e deixá-la voar. Se ele disser que ela está viva, vou apertá-la e esmagá-la. E assim qualquer resposta que o sábio nos der estará errada! As duas meninas foram então ao encontro do sábio, que estava meditando. Tenho aqui uma borboleta azul. Diga-me sábio, ela está viva ou morta? Calmamente o sábio sorriu e respondeu:

- Depende de você... ela está em suas mãos.
Assim é a nossa vida, o nosso presente e o nosso futuro. Não devemos culpar ninguém quando algo dá errado. Somos nós os responsáveis por aquilo que conquistamos (ou não conquistamos). Nossa vida está em nossas mãos, como a borboleta azul... Cabe a nós escolher o que fazer com ela. O valor das coisas não está no tempo que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso, existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas inseparáveis.

 Agende uma consulta de Tarô online com o Tarólogo Victor Manolo:  watsapp (11)948404000

terça-feira, 17 de março de 2015

Taro terapeutico

ૐ ... O Tarô Terapêutico não adivinha o destino do consulente.
O destino é o retorno da inconsciência: atraímos o que precisamos para crescer. Quando tomamos consciência dos fatores internos que dificultam nosso bem-estar em todos os aspectos e tomamos as iniciativas correspondentes, mudamos nosso destino.
Tarô Terapêutico tem como objetivo sintonizar o indivíduo com a sua essência e identificar e ajudar a resolver bloqueios, medos e padrões de comportamento que dificultam s...ua realização plena. Para o Tarô Terapêutico o centro não está nos fatos e circunstâncias, mas no individuo que as vive.
O Tarô Terapêutico parte de 5 princípios:
1. - Nossas vidas não são o produto das circunstâncias, mas de nossas decisões, somos plenamente responsáveis pela vida que temos.
2. - Tomamos nossas decisões a partir de nossas crenças e padrões de comportamento nelas enraizados, construímos nossa vida a partir de nossas crenças.
3. - O principal obstáculo para atingir a realização em qualquer aspecto da vida somos nós mesmos, isto é, nossas resistências a mudar as crenças e padrões de comportamento que não funcionam.
4.- Atraímos o que precisamos para crescer e não nossos caprichos mentais.
5. - Cada um de nós leva dentro de si mesmo os potencias necessários para realizar-se em todos os aspectos e ser feliz.

* CONSULTA
Ao realizar uma consulta para saber que atitude tomar frente à uma situação, a pessoa vai obter uma resposta do tarô que traz à tona os seus conteúdos inconscientes. São os medos, sentimentos, emoções e expectativas relacionadas àquela questão.
Assim, poderá melhor entender seu próprio comportamento diante das situações da vida e decidir-se pela opção que lhe trará equilíbrio interior e alegria.
O tarô é um valioso instrumento terapêutico, ajudando o ser humano a conhecer-se e transformar-se, visando um maior equilíbrio interior e relações harmoniosas consigo e com o mundo.
Uma das muitas explicações fornecidas para a misteriosa palavra Tarô é a sua origem, extraída das palavras egípcias Tar, (significa Caminho) e Ro (significa Real). Juntas, lê-se O Caminho Real da Vida ou A Estrada Real.
Embora sejam popularmente conhecidas como um meio para adivinhar ou prever o futuro, as cartas do tarô representam muito mais do que isso. Elas são, na verdade, um importante instrumento de acesso ao inconsciente do ser humano. É de grande ajuda no seu processo de autoconhecimento.
Marque já sua consulta: 11-94840-4000 - Victor Manolo

segunda-feira, 16 de março de 2015

QUANTAS VEZES



QUANTAS VEZES

Quantas vezes nós pensamos em desistir, deixar de lado, o ideal e os sonhos. Quantas vezes batemos em retirada, com o coração amargurado pela injustiça. Quantas vezes sentimos o peso da responsabilidade, sem ter com quem dividir. Quantas vezes sentimos solidão, mesmo cercados de pessoas. Quantas vezes falamos, sem sermos notados. Quantas vezes lutamos por uma causa perdida. Quantas vezes voltamos para casa com a sensação de derrota. Quantas vezes aquela lágrima,... teima em cair, justamente na hora que precisamos parecer fortes. Quantas vezes pedimos a Deus um pouco de força, um pouco de luz. E a resposta vem, seja lá como for, um sorriso, um olhar cúmplice, um cartãozinho, um bilhete, um gesto de amor. E a gente insiste, Insiste em prosseguir, em acreditar, em transformar, em dividir, em estar, em ser. E Deus insiste em nos abençoar, Em nos mostrar o caminho: Aquele mais difícil, mais complicado, mais bonito. E a gente insiste em seguir, por que tem uma missão… Ser feliz